Grécia

Para gostar de Milos

img_7418a
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
– Yasas!
Era o capitão Mihalis cumprimentando quando cheguei ao veleiro. Aliás, captain Mike, como ele próprio se entitulava: o marinheiro, guia e cozinheiro nesse dia de exploração marítima de Milos.
img_7275a1
Eu já tinha encasquetado de fazer um passeio de barco ao redor da ilha desde as primeiras pesquisas e já tinha até escolhido com quem fazer, mas não gostei do esquema quando cheguei ao cais para combinar a saída: muito grande (= muita gente) e o senhorzinho que colocaram lá para dar informações não falava uma palavra de inglês. Complicado.
Mas logo ao lado estava o Capitão Mike e o seu Panormos. Era um veleiro de 50 pés, bem conservado, que iria fazer justamente o roteiro que queria: percorrer a costa oeste da ilha até Kleftiko, lugar que me marcou quando o vi no Guia Grécia, na seção ‘lugares aonde só se chega de barco’.

img_7297a

Partimos todos no meio da manhã e, para a nossa sorte, fazia um lindo sol que prometia ficar forte. E além de tudo a companhia era boa: além do Mike, mais três casais – dois de franceses e um de ingleses. Todos muito bacanas e educados, fora que o barco tinha espaço de sobra para todo mundo conviver civilizadamente.
img_7384a1
Começamos margeando a costa interna leste, passando pelas catacumbas. Já que não as vimos por terra, pelo menos de longe pudemos dar uma espiadinha.
img_7236a
Logo em seguida vieram as vilas de pescadores que já tínhamos visitado no dia anterior. Fácil reconhecer Klima, a maior delas: parecia ainda mais linda com o sol que batia nas casinhas e deixava as portas e janelas com um colorido mais vivo.
img_7253a
img_7240a
Quando se chega nesta ponta da ilha, é fácil reconhecer os Arkoudes (ursos), esculturas de pedras que se parecem com os tais.
img_7261a
Para mim esse de baixo está mais para coelho 🙄
img_7256a
É nesse momento que o barco vira totalmente a oeste e cruza a baía da ponta onde estávamos até a outra, chamada de Cabo Vani. Nessa região havia várias minas de exploração de manganês e ferro: é possível ainda ver vestígios das estruturas de transporte para os barcos.
Milos é uma das poucas ilhas nas Cíclades que não tem o turismo como fonte de renda predominante – a maior parte ainda vem da mineração, dada a sua estrutura geológica privilegiada. Isso se deve ao passado vulcânico da ilha e o seu formato em ‘U’ já indica essa origem, sendo o centro da baía de Milos a cratera deste vulcão (como em Santorini). A atividade vulcânica aqui, no entanto, é bem menor do que na vizinha famosa.
É possível encontrar um pouco de tudo por aqui…Além dos dois já citados, há muitos outros minérios dando sopa por toda a ilha: bentonita, caulim, pedra-pomes, barita, obsidiana, perlita e enxofre, como aqui nesta encosta. Hoje apenas alguns destes são explorados e a maioria da atividade é feita pela S&B, uma multinacional grega com um tentáculo aqui no Brasil. A maioria das minas atualmente está na costa leste de Milos.
img_7301a
Um pouquinho mais de tempo velejando e chegamos à nossa primeira parada: a baía de Kalogries. Uma beleza de lugar, totalmente deserto (com exceção de algumas cabras no topo das falésias) e uma água totalmente convidativa.
img_7307a
O sol ainda não estava muito forte e pensei duas vezes antes de cair na água. Mas…você conseguiria resistir a uma água assim? ❓ Eu não.
img_7292a
Se ainda tinha um pouco de Emília dormindo no meu corpo, esse restinho foi embora num segundo. Gente, tem coisa mais deliciosa do que nadar num lindo poço de cachoeira ou num mar cristalino como esse? Não tem banho de descarrego melhor :mrgreen:
Pena que o snorkeling não é nenhuma maravilha, como na maioria dos lugares em que estive no Mediterrâneo. Só alguns peixinhos, nada de focas-monge ou tartarugas cabeçudas, mas aí acho que também é pedir demais. De resto é tomar um solzinho para esquentar, comer umas bruschettas gregas e zarpar.
A paisagem é grandiosa, cheia de paredões brancos e aqui quem dá o ar da graça é ponto mais alto da ilha, Profeta Elias.
img_7321a
Mais um bom trecho de mar tranqüilo e chegamos a mais uma parada, Sykia.
img_7329a
Esta é uma das muitas cavernas da ilha, com a diferença que esta aqui teve o seu teto desabado. Nessa hora o Panormos já estava ancorado e seguimos num pequeno bote caverna adentro.
img_7368a
Sykia é bacaninha, mas o motivo principal da parada fica pálido perto do ponto onde o barco se aconchega. Que lugar es-pe-ta-cu-lar. As fotos falam pelo ele…
img_7336a
img_7358a1
img_7337a
img_7385a
Eu poderia falar que todo o deslumbre era culpa do ouzo que já rolava solto pelo barco, mas a verdade é que o efeito dele já passou faz tempo e eu continuo de boca aberta até agora.
Mais um pouco de navegação e chegamos a um dos principais cartões postais de Milos: Kleftiko.
img_7432a
Fica exatamente na ponta sudoeste da ilha e a tradução é algo como ‘esconderijo de ladrões’. Não saberia dizer se é lenda ou não, mas o que nos foi contado é que este era o local de escolha de piratas. Não é difícil de acreditar, com tantas cavernas dando sopa por ali.
img_7407a
img_7409a
As formações de rocha branca são espetaculares e fazem um contraste lindíssimo com a vegetação e a água azul-turquesa.
img_7443a
img_7476a
Mais uma vez aqui pegamos o bote para explorar os cantinhos e depois…água, claro. Não tenho palavras para descrever o prazer de nadar aqui. A água refrescante, o sol batendo no corpo… você olha para cima e vê toda a paisagem, que vai mudando conforme as braçadas. Brincar de nadar pelos túneis de pedra…
img_7466a
(Ai, que vontade de estar de novo ali, naquele momento – suspiros…)
img_7483a
A essa altura já estávamos todos com fome, apesar dos petiscos, e o capitão Mike assumiu o papel de chef, preparando uma salada típica da ilha, com pão crocante, tomate, ervas e queijo de cabra macio. Logo em seguida serviu um suculento espaguete com frutos do mar. Nada melhor depois que um tomar um solzinho na proa, naquela molezinha gostosa.
img_7427a
Mas tudo tem um fim e  precisamos rumar de volta ao porto, curtindo a luz do final da tarde na água e observando os peixes voadores.
img_7303a
Perto de Adamas estava o próximo objetivo, Plaka, que parecia uma serpente branca descendo pela encosta…o pôr-do-sol prometia. Relutamos em sair do barco, ainda mais com o Mike, essa figura ultra gentil, tendo comprado loukoumades (sonhos com mel) para dividir conosco e trocar idéias…podia se ver que ele estava super contente e orgulhoso de mostrar tudo aquilo para nós, estrangeiros.
img_7515a
E adivinhem o preço de tudo isso? A bagatela de 40 euros por pessoa…
Demos tchau e seguimos todos (a essa altura já totalmente entrosados) para o Kástro…o sol descia rápido, mas ainda conseguimos chegar a tempo, mesmo com toda a subida a pé.
img_7536a
As fotos não fazem justiça, mas posso dizer que esse foi o mais bonito pôr-do-sol na Grécia. Ok, teve um em Santorini que perdeu por um nariz.
img_7541a
Eu adoro um passeio de barco, mas esse realmente superou todas as nossas expectativas e foi eleito, sem dúvidas, um dos passeios top 5 de toda a viagem. Um dia perfeito, do começo ao fim.
img_7544a

45 Comments

  1. Casal Raupp

    Que delícia, amo passeios de barco também. Definitivamente preciso voltar para a Grécia só para conhecer Milos. Ah, sobre mergulhos, para nós também foi decepcionante. Fizemos em Rhodes – e no nosso caso foi com cilindro – e nada de peixes.

  2. Patricia - Turomaquia

    Loucura, loucura, loucura … muito mais bonito este por-do-dol do que o de Santorini, ao menos na minha opiniao! Lindo post!

  3. Débora

    As fotos fazem justiça, sim! O pôr-do-sol estava lindíssimo!
    Bjs

  4. CarlaZ

    Emília,
    não precisava de mais nenhum post pra me convencer a ir a Milos…mas agora tem também passeio de barco! Quero igualzinho!!!
    Beijos

  5. Mô Gribel

    Emília,
    Impressionante como vc planejou tudo isso! Que viagem maravilhosa!!!
    Beijo

  6. Emília

    Priscila, Rodes também é uma maravilha, né? Acho que é a ilha que mais me marcou porque eu vivo relembrando flashes da nossa estada lá. Estou ansiosa por ver os posts de vocês 😀
    Patricia, obrigada! E ainda mais vindo de você, que tem uma coleção deliciosa de posts sobre a Grécia. Pena que acabou, chuiff…
    Debora, é que é tão difícil às vezes achar uma foto totalmente adequada ao que você está escrevendo…que bom que essas deram um gostinho…
    PS: Parabéns por estarem no As Últimas!
    Carla, essa passeio é um daqueles acasos do bem que acontecem de vez em quando em viagens: achamos que não ia dar para fazer o passeio pelo tempo (acabamos fazendo no último dia cheio que tínhamos), não gostamos do barco que eu tinha escolhido pela web na pesquisa e um outro que tinha gostado, pesquisando no cais, já estava cheio. Apostamos no Mike e foi certeira!
    E para você que está pesquisando para viajar, não deixe de passar pelo blog da Patricia (aí em cima, ó!): http://turomaquia.blogspot.com/ É diversão garantida!
    Mô, planejar os passeios foi a parte mais light e gostosa. O stress ficou por conta do roteiro final e planejamento dos transportes…as coisas não se encaixavam! Tivemos que fazer uns ajustes, limar algumas coisas e abdicar de outras, mas no final achei que ficou muito bacana. Ah, foi difícil também achar alguns hotéis (como Santorini e Istambul), mas no final só não gostamos muito mesmo da escolha para essa última.
    Bom final de semana! 😉

  7. Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens

    BEM, que você já fazia boas fotos, que o lugar é pra lá de fotogênico, que a gente se aperfeiçoa (fotograficamente) a cada nova viagem, que a cada nova matéria você escreve melhor e publica melhores fotos, EU já sabia, mas…você andou fazendo algum curso fotográfico??!!

  8. Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens

    Digo isso porque:
    1) os enquadramentos estão perfeitos (respeitando a “Regra dos Terços”: http://www.dicasdefotografia.com.br/a-regra-dos-tercos-na-fotografia)
    2) os horizontes NÃO estão inclinados (nem para a direita nem apra a esquerda, erros comuns em fotografias), o que significa dizer que estão certinhos, perfeitos, retinhos (http://fotografeumaideia.com.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=88&Itemid=68)
    PARABéNS!

  9. Emília

    Arnaldo, ‘with a little help from my friends’ 😉
    Ainda se tempo para curso (que eu queria muito, mas acho que neste semestre vai ser difícil…) Além dos ajustes, estou dando uma olhada no guia de fotografia da NG, que é bem interessante, ainda que um pouco complexo para a minha pessoa, hehe…
    Merci! 😀

  10. Carla

    Emília, que dia delicioso!!! E as fotos, o Arnaldo está coberto de razão, estão a cada dia mais encantadoras! 😉

  11. Emília

    Carla, foi mesmo um dia mais que especial. Mas quem tem um dia especial também…é você!!! Te deixei um beijo lá no I&V.

  12. Paula*

    Emília, que espetacular!!!
    Eu fiquei literalmente arrepiada ao ler o seu relato e ver as fotos! Se as fotos não fazem justiça à beleza do lugar…eu só imagino que prazer imenso não deve ter sido estar ali! Puxa…deu até vontade de ir correndo (voando) pra lá! Lindo D+!!! 🙂

  13. Diogo Pretto

    Linda as Falésias. Sensacional a paisagem e a cor das águas…além das mini cavernas… Maravilhoso!

  14. Emília

    Paula, que bom que consegui transmitir um pouco da beleza do lugar. Recomendo Milos fortemente…e isso que nem cheguei a visitar as praias da costa sul, várias e lindas! Precisaria de pelo menos mais uns dois dias para fazer isso, além dos 3 que ficamos. Sabíamos que a ilha era linda, mas ainda conseguiu nos surpreender! 😉
    Diogo, é uma combinação muito especial mesmo…e as cavernas só tendem a aumentar, já que a rocha dessa parte da costa é muito macia. Ainda bem que piratas já não existem mais…(quer dizer, pelo menos não aqui 🙁 )

  15. Ernesto

    Espetacular… Que recantos incriveis!

  16. Patricia - Turomaquia

    Emilia, obrigada pela indicação! Eu estou adorando rever a Grécia nos teus posts!

  17. Emília

    Oi, Ernesto, bom te ver por aqui!
    Patricia, eu pensei o mesmo quando vi os teus posts! Tão bom ver um lugar familiar por outros olhos…fora Creta, que é uma beleza e ficou para uma próxima.
    Aliás…chiquérrima tua blogagem online :mrgreen:

  18. ☆☆ Martinha ☆☆

    uauuuuuuuu..
    Cada vez fico + encantada com suas fotos..
    Como o Arnaldo falou, perfeitas..
    Parabéns……..
    Sem falar que o texto é otimo de ler..
    Simples e super explicativo..
    =)
    http://travelandtrips.wordpress.com

  19. Silvia Oliveira - Matraqueando

    Mostrei o post para meu marido e ele perguntou… “e quando a gente vai para lá?” Ou seja, você é nossa musa inspiradora!Beijos!

  20. Carol Wieser

    Emília!!!
    Lindo lindo lindo… acho que eu não resistiria nem um segundo dentro do barco vendo uma água tão cristalina e convidativa ä se jogar quanto essa. O cenário ajuda, mas a água… só fiquei imaginando como seria um mergulho por essas águas.
    Beijos

  21. Emília

    Martinha, tenho que dar os créditos porque algumas fotos são do Marc…neste post, as do pôr-do-sol são dele 🙂
    Silvia, posso me achar? Adorei o ‘musa inspiradora’ 😆 (PS: Se eu fosse você, já tratava de aproveitar a pergunta e marcar a data! 😉 )
    Carol, do jeito que você gosta de mergulho, com certeza iria passar muito tempo na água…mas eu não me animei a mergulhar por lá, não, para ser sincera (na verdade nem conseguiria, já que a operadora de Milos já estava fechada por causa da baixa temporada, tsc, tsc…) Ainda acho que nesse quesito estamos melhores em Noronha :mrgreen:
    Beijo, meninas!:-D

  22. Majô

    Liiiiiiindoooooo!!!!! Emília, que passeio e lugares maravilhosos 😆 Eu também não resisto a um mar transparente, pulo dentro com certeza, difícil sair de lá 😉 Se pudesse partia agora pra esse passeio, não tem preço :mrgreen:

  23. Emília

    Majô, passear de barco é sempre um prazer (para quem não enjoa, é claro 😆 ) e esse em específico foi espetacular, não teve nada que fosse um ‘mais ou menos’. Um dos dias mais memoráveis da viagem.

  24. Lissandra Leal

    Amei as fotos de Milos. Estou indo para a Grecia dia 17/05,não incluí Milos no roteiro, apenas Santorini, Ios, Mikonos e Atenas.
    Mas depois de ver as imagens encantadoras, estou pensando em tentar incluir. Qual a forma mais simples de se chegar a Milos?

  25. Emília

    Lissandra, Milos é uma as ilhas mais próximas de Atenas: deve ser muito fácil chegar de ferry (mais ou menos umas 4 horas de viagem de Pireus, dê uma olhada aqui: http://paleologos.forth-crs.gr/english/npgres.exe?PM=BB ). De avião são apenas 25 minutos de vôo desde o aeroporto de Atenas, mas infelizmente a Aegean não faz esse trecho, nós fomos de Olympic (que não estava bem, agora pior…dê uma procurada pela empresa no blog do Rodrigo: http://www.aquelapassagem.com.br/
    Espero que dê certo, Milos é lindíssima.
    Boa viagem e depois nos conte aqui 😉

  26. Alex

    Olá Emília,
    Parabéns por esta página, simplesmente demais. Estava na dúvida em qual ilha ir, mas depois de ver as fotos desse passeio de barco que fizeram, estou convencido a ir a Milos. Já mandei o link para minha esposa e acho que não preciso falar mais nada. Aliás, por acaso vc teria um contato do Capitão Mike e seu Panormos?
    Por este preço e o cara é marinheiro, cozinheiro e guia, o passeio é mais que completo.
    Abs,
    Alex

  27. Emília

    Oi, Alex! Fico super contente que o post tenha te inspirado tanto 😀
    Olha, o e-mail de contato que está no cartão dele é o seguinte: skipper20@in.gr Mas como o site que consta do cartão não funciona, talvez vc não receba resposta.
    Tem também os telefones, se quiser, me dê um toque.
    De qualquer maneira, ele pode ser encontrado todo dia à noite em Adamas: todos os barcos ficam de prontidão esperando o pessoal que sai para jantar 😀
    E o preço é ótimo mesmo, custo-benefício imbatível! Se vc for na alta, o preço vai estar mais alto, porque quando estive lá, meio de setembro, já era baixa para eles em Milos…
    Um abraço!

    • Alex

      Olá Emília
      fiquei muito empolgado, sim, estamos indo agora para lá e gostaria muito dos telefones se vc puder me passar. Desculpe não ter respondido antes mas só agora pude ver a tua resposta.
      Obrigado pela resposta, fico no aguardo dos números.
      Abraço
      Alex

  28. Ciane

    Olá, Emília!
    Vou para Milos em meados de julho e ficarei lápor 10 dias. Gostaria de saber o que vc me recomenda. O que é imperdível?
    Obrigada, Ciane.

  29. Emília

    Oi, Ciane!
    Nossa, com dez dias dá para percorrer a ilha inteira!
    Dá para fazer esses passeios que descrevi aqui: passeio de barco até Kleftiko, visitar as vilas, passar um dia na praia em Pollonia e Sarakiniko, curtir Plaka e Adamas…mas dá para ir além e uma coisa que adoraria ter feito é conhecer as praias do sul da ilha.
    O acesso aparentemente é precário, mas que valem a pena. Eu não tive tempo para conferir, mas apostaria em Gerontas, Tsigrado, Firiplaka, Paleohori…dê uma olhada neste mapa aqui: http://www.milos-island.gr/beaches/beaches.html e outras fotos aqui: http://www.milostravel.com/beaches.asp
    Dizem que é bacana ir até Kimolos também, saindo de Pollonia…
    Depois conte aqui o que vc fez de bacana lá 😀
    Um abraço!

  30. Fernando e Miriam

    Emilia,
    Com bastante atraso gostaríamos de agradecer pelos seus posts, eles fizeram uma enorme diferença na nossa vida. Planejavamos fazer uma viagem às ilhas gregas e já tínhamos escolhidas as mais manjadas: Mykonos e Santorini, mas queríamos uma terceira. Ao ler os seus posts ficamos encantados e decidimos ir para Milos. Sem dúvida, foi o ponto alto da viagem. Um lugar fantástico! Muito obrigado por nos proporcionar isso. Se quiser ver como foi a viagem vá ao blog http://viagensfm.blogspot.com/.
    Um abraço,
    Miriam e Fernando

  31. Emília

    Fernando e Miriam, como fico feliz de ler um retorno como este de vocês: nada melhor saber que um texto influenciou positivamente viajantes como vocês. Milos é mesmo encantadora, simpática e linda…é uma sorte mesmo que eu e vocês tenhamos podido aproveitar um pouco dela.
    Parabéns pelo blog e muitas lindas viagens pela frente!

  32. Rosana

    Olá! Embarco para a Grécia em Julho e gostaria de saber como você conseguiu contratar este barqueiro em Milos? Se tiver o contato por favor me envie pois passarei 4 dias lá e quero fazer este passeio!
    Obrigada
    Rosana

  33. Emília

    Oi, Rosana!
    Infelizmente não tenho o contato do capitão Mike, mas é fácil achá-lo no porto de Adamas. Existem muitos outros barcos que fazem esse passeio também: eu sugiro que você agende o passeio no primeiro dia, pois o tempo nem sempre permite saídas todos os dias e você pode se preparar melhor.
    Aproveite muito Milos!

  34. Pingback: Como escolher ilhas gregas | Viciada em viajar

  35. Lys

    Emilia
    Voce tem idéia de como podemos agendar o passeio com esse barco maravilhoso ?
    Voce saiu de Mikonos ou Santorini

  36. Emília

    Oi, Lys, tudo bem?
    Eu cheguei a Milos de avião, de Atenas. Este passeio foi só pela costa da ilha, de apenas um dia.
    O problema é que eu não peguei o contato do capitão, então a única referência que eu tenho é: um ou dois dias antes passe no porto em Adamas e procure pelo capitão Mike, não tem tantos barcos fazendo passeios, deve ser fácil acha-lo.
    Um abraço!

  37. Jose Gustavo

    Olá Emília,
    Estou planejando uma viagem para a Grécia, mas queria passar pelo menos 2 dias em cada ilha, o que me me obriga a escolher apenas 2 ilhas para visitar. Já adicionei Santorini como a primeira, mas estou em dúvida entre Mykonos ou Milos como a segunda. Vamos fazer uma viagem romântica, e não curtimos balada. Qual você escolheria entre essas duas? Fiquei encantado pelas fotos de Milos, mas o que você acha?

  38. Emília

    Oi, José Gustavo!
    Olha a responsabilidade, rs…É muito difícil fazer uma recomendação desse tipo, mas acho que o que pode ajudar vocês a escolher não é só a questão da balada x tranquilidade, mas também a questão de estrutura das ilhas.
    Milos é uma ilha mais simples, tanto nos restaurantes e hotéis como no astral geral. Mykonos tem hotéis incríveis, lojas de grife quetais.
    Em termos de beleza, Milos me encantou mais, tem paisagens muito fora do padrão (o que eu gosto), mas Mykonos tem praias de mais fácil acesso.
    Espero que ajude na decisão 🙂
    Um abraço!

  39. Vanessa Pereira

    Olá 🙂
    Gostaria de saber se me poderia passar o email ou o site desse capitão Mike para poder marcar o meu passeio. Vou a milos dia 28 de Agosto e queria marcar. Envie-me a informação para o meu email: vanessa_lou@live.com.pt
    Beijoooo

  40. Rodrigo

    Olá
    Adorei seu post.
    Vou ficar 4 dias em santorini, vc sabe como faço para chegar de santorini a té milos? Quanto tempo?
    Vc sabe se existe algum barco/escuna que faz esse passeio até santorini/milos bate volta?
    Obrigado.
    Rodrigo

  41. Emília

    Oi, Rodrigo
    Eu acho o bate-e-volta inviável, pois 1: pelo site ferries.gr , só existe um ferry por dia, levando cerca de 3 horas. E 2: Milos é muito grande e interessante para ter só algumas horas na ilha…
    Dê uma olhada no site, deve te ajudar.
    Um abraço e boa viagem.

  42. fast proxy list

    Hi,I read your blogs named “A Turista Acidental » Blog Archive » Para gostar de Milos” regularly.Your writing style is awesome, keep doing what you’re doing! And you can look our website about fast proxy list.

  43. Andre luis

    Maravilha seu blog, estou pensando fazer no próximo verão, uma viagem a Grécia com família (esposa e 2 filhos), penso em ir a Atenas,e santorini e Mikonos, você acha que Milos se encaixe neste roteiro ? quantos dias devo ficar ?

Deixe uma resposta para Carol Wieser Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *