Costa Rica

Com o pé na estrada: Costa Rica

A Costa Rica não é um destino muito conhecido ou desejado pelos brasileiros. Um dos motivos é uma certa dificuldade para planejar a viagem: existem poucos vôos e, apesar de um destino latino-americano, o país não é muito barato em função das pencas de turistas europeus e, principalmente, norte-americanos que aparecem por lá. O outro motivo é que…por que sair do Brasil para ver florestas tropicais? Fauna típica? Plantações de café? Lindas praias?

Porque o país se parece uma versão miniatura do nosso e essa é justamente uma das boas razões para visitá-lo. Em poucas horas você sai da capital para uma linda praia na costa caribenha, para logo depois estar numa região parecida com o Pantanal, dar um pulinho até os parques nacionais de floresta e em mais duas horas estar na costa do Pacífico. Bacana, não é mesmo? E que tal ainda colocar uns vulcões e um temperinho latino na mistura? 😀

Pelas descrições que já tinha lido, a Costa Rica era um daqueles lugares que eu sabia que iria adorar. A desculpa perfeita para aterrissar no aeroporto de San José era o casamento do Charles, grande amigo do Marc e de quem ele seria padrinho. Depois do casamento, os noivos, amigos e família sairiam para uma lua-de-mel inédita e coletiva, percorrendo o país de costa a costa, literalmente.

(mapa tirado de costa-rica-guide.com)
Se eu quero ir??? Claro que eu quero :mrgreen:
Nossa viagem começa em San José e arredores, continua pela costa caribenha sul, Puerto Viejo de Talamanca…

…passando depois pela lindíssima região do vulcão Arenal…

…pelas florestas de Monteverde (e a super diversão do canopy)…

…até a outra costa, a do Pacífico, praia Sámara e Carrillo…

…e voltando ao Caribe, desta vez na costa norte, para aproveitar as praias e os canais cheios de vida de Tortuguero.

Eu já estava morrendo de saudades dessa viagem, feita em julho de 2006…e esse blog também é uma desculpa, só que para relembrá-la 😉
PS: Essa série é uma homenagem ao nosso queridíssimo anfitrião Charles e à sua muito gentil família 😀

41 Comments

  1. Luisa

    Emilia,
    Eu já te disse que o que eu mais gosto no seu blog é a sua capacidade de visitar destinos inusitados e o que eu menos gosto é que depois eu fico morrendo de vontade de visitá-los! 🙂
    Bjs

  2. Mô Gribel

    Oi, Emília!
    Acho que vc é a 1ª pessoa que conheço que foi para lá!
    Depois te conto uma história engraçada sobre Costa Rica, tá? 😀

  3. Camila

    Que legal essa sua nova viagem por aqui, Emília! Meu namorado anda pensando na América Central pra nossa próxima viagem e eu já tinha olhado algumas coisas sobre Costa Rica e República Dominicana. Mas realmente sobre a Costa Rica não há muitas informações disponíveis. Vai ser ótimo ler seus relatos! Bjo!

  4. Emília

    Obrigada, Luisa…Vindo de alguém que tem destinos deliciosos e diferentes no seu blog, isto é um tremendo elogio 😳
    Mô, o Ernesto também já passou por lá em um cruzeiro. Fora ele, acho que não conheço ninguém por aqui, não. A maioria dos brasileiros que vai para lá segue direto para as praias do Pacífico para surfar. Agora…que história é essa, mulher? Conta aí :mrgreen:
    Camila, acho que iriam curtir muito colocar o pé na estrada lá, especialmente pela quilometragem acumulada de vocês, hehe…Nosso roteiro, mesmo muito longe de esgotar as atrações do país, foi bem abrangente e deu uma idéia excelente do espírito ‘tico’ 😀 Espero que gostem!

  5. Alexandre

    Emília, a Costa Rica nunca esteve na minha lista de lugares para conhecer. Mas depois de ler o seu texto, comecei a ficar inquieto e já estou pesquisando mais sobre o país!
    Ah, você viu no mapa da Costa Rica que lá também tem uma cidade chamada “Buenos Aires”? Pode ser que a minha próxima visita a Buenos Aires seja na Costa Rica!
    Um abraço!

  6. Emília

    E eu fiquei vários dias escarafunchando o Lonely Planet enquanto ia e voltava naquelas estradas e não descobri a ‘outra’ Buenos Aires… Que olho, hein, Alexandre? 😆
    É engraçado, antes de toda essa história aparecer, eu só sabia que era um destino ecoturístico muito forte, e só. Aos poucos é que eu fui tendo idéia mais geral do país. Vale a pena 😉

  7. Ernesto

    Eu também já fui para a Costa Rica, e adorei o pais…

  8. Alexandre

    Pois é, Emília! Buenos Aires ainda não saiu da minha cabeça. Estou como o Riq, que durante um tempo só falava de Buenos Aires no VnV!!!
    Ôpa Ernesto! Quem sabe não aparece por aí as dicas do Pato Econômico para a Costa Rica, hein?!

  9. eduluz

    Emília, também já estava de olho na Costa Rica e agora, acabou de subir mais alguns pontos no meu ranking. E parece que não é um destino muito caro, né ?

  10. Ernesto

    Quando eu fui, em 2001, era barato…. Mas, estas coisas mudam bastante. Infelzimente não tenho as dicas do PAto Economico, porque naquela época não tinha o hábito de anotar os lugares. Como uma recomendaçao especial, recomendo o skywalk, em Monteverde, onde diversas passarelas gigantes pertmitem ver a selva do alto.

  11. Emília

    É uma delícia esse pós-viagem, Alexandre, eu pelo menos adoro. E com o blog ajuda muito, não é mesmo? Nessa série, por exemplo, estou revivendo uma viagem de dois anos atrás…e é uma delícia!
    Eduardo, eu não sabia que você gostava de um destino natureza, hehe…Quanto aos preços, o país não é muito caro: comemos e dormimos bem por preços razoáveis. O que achei mais caro foi o bilhete aéreo e alguns passeios (o canopy em Monteverde e a nossa extensão até Tortuguero foram comparativamente bem caras). Comparando com um destino nacional como Amazônia, por exemplo, a nossa viagem saiu muito, mas muito mais barata.
    Ernesto, eu fiz uma espécie de skywalk em Arenal e adorei. Em Monteverde deixamos para fazer o canopy…Muito bacana, a vontade era de virar criança e pedir: ‘De novo!’ 😀

  12. Majô

    Emília, que bom que você nos trouxe imagens dessa viagem de um destino que conhecemos pouco. E este mix que você mostrou é fantástico 😉
    Recentemente, uma pessoa me disse que as praias na Costa Rica são lindas.
    Fiquei intrigada com a 1a foto 😉

  13. Emília

    Majô, este sapinho lindo (e venenosíssimo) é só uma amostra da variedade de fauna que vimos por lá. Anfíbios, então, são uma especialidade: você encontra ‘sapários’ ❓ em vários lugares, sempre com essas figurinhas bem coloridas 😛

  14. Majô

    Nossa Emília, agora vi que é a carinha do sapo 😉 Bonitinho, mas perigoso :mrgreen: A Mõ ia gostar.

  15. Eduardo Luz

    Emília, é claro que eu gosto da natureza. E a comida ? T
    existe muita coisa típica ?

  16. Carmen

    Eu estuve en Costa Rica. Adoro Costa Rica, además é um lugar que puedes encontrar alojamientos tipo pousadas ou b&b. É um país seguro. Pode ir com carro alugado, ademais é simple fazer a costa e os vulcãos com carro. A estrada Panamericana cruza o país de norte a sul. É um país formoso, mas pequeno.
    Bonitas fotos, Emília. Minhas fotos están hechas com uma câmara pré-histórica.
    Camila, o governo costarricense té una web muito boa: http://www.visitcostarica.com

  17. Oi, Emília! 😀
    Legal o post. Sou analfabeto em Costa Rica 🙁 A única coisa que eu sei é que os americanos adoram. E virou moda por aqui: os velhinhos aposentados estão deixando a Flórida para comprar casas em condomínios fechados na Costa Rica. A princípio pode parecer um mau negócio para os costariquenhos, mas acredito que vai ajudar a preservar o meio ambiente de lá. Os americanos pegam no pé quanto a isso e a Costa Rica não vai querer afugentá-los (a grana fala mais alto), acho. :mrgreen:

  18. Ernesto

    Eduardo
    Na Costa Rica,o pais e seu meio ambiente são bem conservados, a diversidade de paisgagens é o ponto alto, como falou a Emilia, o povo é simpático, é um pais bastante seguro….mas comida, não vai ser o ponto forte da sua viagem, os pratos típicos lembram os nossos pratos feitos… Tem o pinto e negro, que é o nosso arroz com feijão… Franguinho básico, no litoral um pouco melhor devido aos peixes, mas realmente como destino gastronomica é bem fraco. Aliás, em geral, o norte da America do Sul, e a América Central são fracos neste quesito…. Comida boa tem na Agrentina, França, Espanha, Italia, Costa Leste dos EUA, Grécia, dentre outros…

  19. Danilo Hadek

    Olá… interessante o seu blog com dicas para viajantes, falando sobre turismo neste mundo repleto de atrações maravilhosas para serem vistas e apreciadas…
    gostei!! descobri você “por acaso” no blog do meu parcerio “turismo e variedades” e estou buscando parceiros com a mesma temática, o que acha?
    Abraços,
    Blog Meio Aéreo – Comissários de bordo

  20. Emília

    Eduardo, o prato mais típico é o ‘gallo pinto’, um mexido de arroz e fejião preto e um temperinho especial de lá (Salsa Lizano), comido com ‘sour cream’…no café da manhã 😳 Parece esquisito, mas é super saboroso. Nos hotéis em que era bem feito, eu repetia mesmo 😉
    Mas é como o Ernesto comentou, a comida é muito parecida com a nossa trivial e eles também amam frangos: em todo lugar você vê ‘pollerías’. Apesar de não ser um destino de alta gastronomia, eu comi muito bem, especialmente no litoral. Me lembro especialmente de um restaurante à beira-mar em Puerto Viejo (que depois acabei vendo num programa de turismo americano, coincidência…) e um outro em Monteverde, delicioso (preciso procurar o nome). Com seu faro, sei que vai achar muita coisa boa por lá 😀
    Carmen, tinha me esquecido de que você tinha ido para lá! Me lembro de quando eu descobri seu blog e fiquei fuçando nas suas fotos de lá…Você tocou num ótimo ponto: é um país seguro. E não tem exército! Apesar de não ser um país rico, a população tem uma qualidade de vida bem razoável e não se vê bolsões de pobreza. Perto da vizinhança…é um oásis.
    PS: Parabéns pelos roteiros com o Riq, todos queríamos estar lá também 😉
    Zé, os americanos tomaram conta da costa do Pacífico, principalmente a costa norte, pelo que contaram os nossos amigos: é uma região cheia de condomínios. Se isso realmente ajudar a manter o nível de preservação, maravilha. O país tem cerca de 30% da sua superfície protegida. É um número e tanto…
    Ernesto, eu não conheço muito de comida latino-americana, infelizmente, mas eu gostei bastante da comida peruana. Na verdade, eu não sei se sirvo de comparação, sou um avestruz :mrgreen:
    Oi, Danilo, bem-vindo! Vou dar um pulo lá para ver.

  21. Danilo Hadek

    Olá,
    Gostaria que entrasse em contato, via e-mail , por gentileza. Tenho algumas idéias para o meu, o seu e mais alguns blogues sobre turismo e viagens.
    Abraços,
    Blog Meio Aéreo – Comissários de bordo

  22. eduluz

    Emília e Ernesto, grato pelas informações.
    É claro que a idéia principal não seria encontrar alta gastronomia na Costa Rica mas, um frango bem feito, um “gallo pinto” num lugar em que a natureza é exuberante e muito bem conservada, se transforma facilmente em alta gastronomia. A minha teoria é que a comida não sobrevive sozinha.
    E quanto a comida peruana, fiz ontem um ceviche de linguado e um guisado de camarões que comprovam a tua teoria . Dizem que o Gaston Acúrio vai abrir uma cevicheria ( até o final do ano) nos Jardins.
    De qualquer maneira ( e até pelas informações dadas por aqui), a Costa Rica continua na lista.
    Abs.

  23. Emília

    Cevicheria? Do (Astrid y) Gaston? Ueba! Vai ser um espetáculo…já nos animamos por aqui 😀
    E pode ficar tranqüilo sim, tem coisas muito gostosas por lá. Junte tudo com o astral do costarricense e as paisagens e vocês vão voltam bem relaxados 😉

  24. Thiago Leite

    São praias muito lindas.

  25. Ernesto

    O melhor ceviche que ja comi até hoje foi em Buenos, no restauerante Ceviche, recomendado pelo Riq, em Palermo Soho.

  26. eduluz

    Emília, é ele mesmo e também virá cozinhar prum jantar da Prazeres da Mesa em novembro. Estive ontem em mais um Gastro Pop ( da Carla do Carlota). Ela acabou de voltar de Lima e está empolgadíssima com a comida peruana.

  27. Mô Gribel

    Emília, vou contar… 😀
    Meu ex-marido, quando o conheci, me mostrou umas fotos dele lindas, em cachoeiras, no meio do mato, muito bacana mesmo.
    Eu perguntei aonde era e ele me disse que em Costa Rica.
    Aí desandei a falar, claro, que achei o lugar lindo, perguntei se tinha muito insetos, aquelas coisas – vc sabe a minha fobia… 😀
    Daí ele disse que adorou, que tinha estado lá há 2 anos. Aí comecei a contar sobre a minha ida ao México, daquele monte de vôos, das coisas engraçadas e tal.
    Mais de ano depois, não me lembro mais muito porque, ele falou que o carro dele quebrou na volta de Costa Rica. Aí eu disse: mas vc foi de carro???????
    Ele: sim, claro. Não é tão longe de Campo Grande.
    Eu: como assim não é tão longe? Não é na América Central??
    Ele: Nãoooooo, Mô, Costa Rica, no Mato Grosso…
    Nem precisa dizer a minha cara de aé, né? rs
    Nada contra, de jeito nenhum, mas passei um tempão achando que em Costa Rica não tinha insetos, era cheia de cachoeiras e que era a única viagem internacional feita pelo meu marido… 😀 😆

  28. Emília

    Ai, esse Gastro Pop…se não fosse essa viagem agora, eu já tinha sucumbido à(s) tentação(ões) :mrgreen: O post do L’Atelier está lindo, Eduardo!
    Mô, sem comentários 😆 Mas se tem cachoeiras por lá, não está tão longe da Costa Rica ‘original’, não, hehe… E você sabe que eu já tinha ouvido falar da cidade? Eu me lembrp de na época estar pesquisando e cair várias vezes na ‘Costa Rica brasileira’…Eu já estou até imaginando a cara que você fez na hora :mrgreen: 😆

  29. Fê Costta

    Oi!!
    Tenho um amigo que foi para lá também e amou!! A parte ecológica de lá é belíssima!! Uma pena mesmo que o governo da Costa Rica não invista em um marketing pesado para o público brasileiro. Ia atrair muito mais turistas para lá! 🙂
    Lindas fotos, como sempre!!
    Acabo de chegar de Praga, depois venha conferir as últimas dos tchecos! rsr
    Grande abraço!

  30. Emília

    Pois é, Fê…acho até que eles tem um marketing ativo, mas provavelmente entre americanos e europeus.
    E as fotos de Praga estão lindas! Uma delícia para ‘viajar’…um abraço!

  31. Guta Cunha

    Oi Emília!
    Adorei ver a variedade da Costa Rica mesmo! Como vc bem falou, nós brasileiros, temos um certo “receio” em ir para um país com características tão parecidas com as nossas, mas só pela diversidade de paisagens que as suas fotos mostram a vontade de conhecer o ´país só aumentou!
    Mas me tira uma dúvida: é muito caro quanto? é tudo em dólar?
    bjus

  32. Arthur

    Legal, agora vamos saber tudo de Costa Rica! Aguardo os próximos posts da série!

  33. Emília

    Guta, eu achei a passagem aérea mais cara do que eu imaginava (não me lembro de quanto paguei na época, mas hoje, pesquisando para daqui a 3 ou 4 meses, os preços mais baratos ficam entre US$850 e US$1000), assim como a de algumas atividades e a ida a Tortuguero. Mas ficamos em bons hotéis a preços razoáveis e a comida também não é cara, não. Os gastos mais significativos eram todos cotados em dólar: hotéis, passeios, aluguel de carros…o resto era em cólon.
    Arthur, estava já há um bom tempo querendo começar a blogar essa viagem mesmo que retroativamente, hehe…um abraço! 😀

  34. Carla

    Emília, há tempos que eu espero as histórias da Costa Rica e, quando elas vêm, eu chego atrasada!!!
    Mas foi ótimo chegar depois da história da Mô… Adorei a Costa Rica, Mato Grosso… 😆 (Também estive pelo Mato Grosso e nunca tinha ouvido falar…)

  35. Emília

    Atrasada nada! Nesse ritmo de blogagem, quem anda atrasada sou eu… 🙄
    E como a Mô podia adivinhar, hein? Nada contra a nossa Costa Rica, dizem que é bonita também, mas…iludir a moça, tsc, tsc… 😆

  36. Carla

    Emília, nem me diga!!! Eu nunca tinha imaginado que um blog consumisse tanto tempo… Às vezes fico desesperada querendo atualizar, porque sei que as pessoas ficam curiosas pra ler as histórias, e simplesmente não consigo tempo…

  37. Carol

    Olá.
    Irei sábado – 27/12 – para CR. Chegarei a noite em San Jose e vou direto pegar estrada para Arenal. Vc acha perigoso andar esse trecho à noite? Alguma recomendação?
    Obrigada,
    Carol

  38. Emília

    Oi, Carol!
    Olha, depois de vários dias viajando pelo país, eu aprendi a não subestimar as distâncias…Pelo site http://www.govisitcostarica.co.cr/ , a distância entre as cidades é de 150km, mas que devem levar cerca de 3h30 para serem percorridos. Eu não fiz esse trecho, já que fui direto do Caribe Sul para lá e depois para Monteverde, mas já adianto que vão ser necessárias muita paciência e atenção. Fora a Panamericana, eu não achei as estradas muito perigosas, mas são de mão dupla, uma pista de cada lado e passam pelo meio das cidades, o que pode retardar o trajeto. As indicações não são das melhores, mas como é uma região importante, não devem faltar placas. Eu acho meio cansativo, mas se for realmente necessário…coloquem uma boa música, levem comida e tomem cuidado. E boa viagem 😀

  39. Gina

    Olá, sou costarriquenha e moro no Brasil, pois é, sei que a Costa Rica é o país mais caro da América Central, como você falou, tem muito turista europeu e estadounidense, mas se vocês forem expertos podem procurar lugares para visitar super lindos que não estão cheios de estadounidenses e que vão adorar.
    Uma dica de viagem é uma comunidade que fica em Perez Zeledón chamada Longo Mai, tem rios e lugares muito bonitos, além de suas pessoas, que alugam quartos em suas próprias casas.
    Outro lugar imperdível é Bahia Drake na península de Osa ou Puerto Jiménez, também na Península de Osa. Se forem a Puerto Jiménez, vão para Praia Guanábana, é uma praia maravilhosa onde praticamente não vai quase ninguém. Em dezembro passada estive lá e só vi uma pessoa, um peão de fazenda que ia para seu serviço.
    É bom para acampar.
    Bom, essas são algumas dicas. E não esqueçam, o que a Costa Rica tem que o Brasil não tem, são dois océanos, mais de nove vulcões, e pouca distância entre um lugar e outro, talvez esse seja o ponto mais importante.
    Abraços
    Gina da Costa Rica

  40. Emília

    Gina, numa próxima vez, uma dos meus desejos é a Península de Osa! Fiquei com água na boca com as descrições e fotos que vi, da beleza do lugar, das trilhas a se percorrer…
    Longo Mai também fica no Pacífico? Não consegui encontrar no mapa…
    É um país lindo mesmo, com uma diversidade apaixonante. Todos com quem eu converso e que estiveram na Costa Rica adoraram o país.
    Um abraço!

  41. marcos alves do amaral

    Quero saber se em costa rica é bom para morar,e se ha trabalhos na construçao civíl, pois tenho planos de ir embora do brasil e pensei em varias auternativas,com chile,venezuela,e costa rica,pois sou um bom profissional na area em acabamentos,e sou construtor civil,encarregado,pedreiro,armador ,carpinteiro,etc.
    se pudesse me orientar a respeito eu fico muito grato,obrigado.

Deixe uma resposta para Gina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *