Bonito

Flutando no Sucuri


A maioria das pessoas que visita Bonito tem uma idéia fixa: flutuar. E flutuação é a atividade que diferencia o lugar de qualquer outro…é só dar uma olhada na foto acima e conferir a visibilidade dos rios.
A oferta de passeios de flutuação é grande e, depois de muito pesquisar e perguntar, resolvemos fazer os top 3: Rio Sucuri, Aquário Natural e Rio da Prata. No final farei uma comparação entre as três flutuações, pois cada uma delas tem características bem marcantes.
Em primeiro lugar…flutuação no Rio Sucuri.

A fazenda onde fica o Rio Sucuri está 18 km ao sul da cidade, por estrada de terra. Assim como a Gruta do Lago Azul, a flutuação no Sucuri é um passeio de meio período e o escolhemos para ter uma boa amostra da região logo no primeiro dia.
Na maioria das flutuações o almoço está incluso e é normalmente é um bufê de pratos da região e comida caseira. Neste passeio, ele é simples e bem-feito, com várias opções e boa apresentação.
Depois de passear pelo pomar e relaxar na rede, chegou a hora de ir para o rio. Um tempinho para se equipar, rodar um trecho da estrada na caminhonete e já estamos praticamente na nascente do rio.

(Um lembrete: todo o equipamento de mergulho está incluso no preço das flutuações – roupa, botas ou papetes, colete, snorkel e máscara. Caso tenha sua própria roupa de mergulho, vale a pena trazê-la, especialmente no caso dos mais friorentos, já que as roupas dos receptivos têm mangas curtas e shorts.)
Ah, a nascente…tive vontade de ficar lá o dia inteiro. Um lugar fantástico, de sonho mesmo, com uma mata linda envolvendo um lago azul turquesa, cheio de peixes e  vegetação aquática. Para quem ama água (como esta blogueira que vos fala), a vontade é de pular, nadar, boiar…simplesmente estar na água. Mas não dá. A nascente do Sucuri é protegida e só podemos entrar no rio num ponto mais abaixo.

Sem problemas…o ponto de entrada na água não é menos fabuloso. No deck de saída podemos ver com calma o entorno do rio: um canal de água de um azul perfeito, rodeado de vegetação rasteira verde muito vibrante. Eu poderia ter ficado um outro dia ali. 😀
Mas era a nossa hora de entrar na água e eu decididamente não achei ruim: no momento em que se coloca o rosto na água, a sensação é de estar num outro mundo, mais calmo e incrivelmente mais bonito (sem trocadilhos!). Tudo acalma e atrai: a cor da água, os peixes que não tem medo e passam muito perto e a incrível vegetação aquática, principal característica dessa flutuação.

O tempo passa rápido e não só porque estamos vendo essas cenas perfeitas, mas também porque a correnteza, apesar de sutil, nos leva com uma certa velocidade. No meio do caminho existem alguns decks, para quem quer descansar, ajustar a máscara ou só apreciar a paisagem.
A grande maioria dos peixes é de piraputangas (esses com a cauda vermelha nas primeiras fotos), mas podemos ver também alguns dourados como esse que aparece aí embaixo, especialmente no final do passeio, onde os peixes quase nos tocam, tal a quantidade (ok, eles são alimentados, por isso ficam neste lugar preferido…).

É hora de sair da água e voltar para a sede da fazenda. Não sem olhar para trás, dar um tchauzinho aos peixes e ficar com vontade de voltar. Muitas vezes.
E antes que vocês perguntem: não, essas fotos não são nossas, mas de um banco de dados que veio junto com o CD das fotos da máquina que alugamos num dos dias, sendo que algumas estão no site do passeio. Fantásticas, não?

25 Comments

  1. Tony

    E vocês não se encontraram com a tal da sucuri? 😉
    Que lembranças boas. A flutuação no Sucuri é deliciosa. Na minha experiência, a flutuação no Rio da Prata é mais selvagem, a do Sucuri é mais curtição total.
    Para quem gosta muito de água e snorkel Bonito é demais, não é?
    Abraço!

  2. Emília, as fotos são fantásticas, mesmo.
    Tô gostando de ver, esse blog tá cada vez mais Bonito (com trocadilhos!). Parabéns! 😀
    … e brigadão pela visita lá no blog :mrgreen:

  3. Simone

    Que legql essas suas fotos e textos sobre Bonito. Bonito eh realmente lindo e flutuar e tudo de bom> Mas confesso q tenho um pouco de aflicao as vezes, acho q eh medo do monstro do lago, rs.

  4. Majô

    Emília,
    Estou absolutamente encantada por Bonito, é muuuito mais bonito, sem trocadilhos, do que eu pensava. As fotos que você colocou estão MARAVILHOSAS !! Acho que eu não pararia de flutuar mais.
    😆

  5. Emília

    Tony, não encontramos não…pelo menos nesse passeio 😉
    Nós a vimos no passeio de bote pelo Formoso…gigante, tomando sol na beira do rio. Aliás, eu tinha me esquecido que você já tinha visitado Bonito (eu vi o post bem quando conheci o seu blog e li que esse foi um ponto fraco…hmmm, para mim também.)
    Acho que a sua descrição está ótima! O Sucuri para mim foi mais ‘conto de fadas’, tudo colorido e bonito e o Rio da Prata…bem, vou comentar depois no post 🙂
    Simone, talvez essa aflição seja falta de prática com o snorkel, não? Um pouco mais de treino numa piscina e você vai curtir mais os passeios (seja no rio ou no mar). De qualquer maneira, é só levantar a cabeça…e monstro vai embora 😀
    Zé e Majô…obrigadão pela visita! Moça, eu sempre me lembrava de você, prana total! 😀

  6. GiraMundo com Jorge Bernardes

    Que delícia. Isso é um aquário… E de tarde? Eu ouvi falar que depois do almoço, todo mundo tira um cochilão… Seria a combinação perfeita, passeio de manhã, almoço, cochilo. Emília, fala um pouco também como é à noite, se é que há alguma coisa… 🙂

  7. Arthur

    Muito lindo, que bom rever Bonito… E o Rio da Prata também é nota 1000!

  8. Emília

    Jorge, eu também não estava muito animada depois de um almoço ‘leve’, mas eu me animei rapidinho! Na verdade eu queria inverter, mas a Gruta só pode ser visitada de manhã, por causa da incidência do sol.
    E eu vou comentar depois sobre as opções noturnas da cidade e comidinhas 😉
    Arthur, todo mundo falou tão bem do Rio da Prata que deixamos para o último dia de flutuações! Pode deixar que vai ter um post só sobre ele ;-D

  9. Mô Gribel

    Que lindo, Emília! Adorei o lugar, é impressionante mesmo…

  10. deiatatu

    Parabéns pelo seu relato!!!
    Estou viajando de novo ao ler a sua viagem e lembrando da q eu fiz há 7 anos atrás…. nossa qta informacao “nova”, q ou eu já tinha esquecido ou não sabia mesmo….

  11. Ernesto

    Gostei, e bom rever as viagens que ja fizemos pela lente dos outros…

  12. Majô

    Emília, eu nunca vi fotos tão bonitas de mar e peixes como essas 🙂
    Ficar mergulhando ali, é muito prana mesmo, volta zerada 😆

  13. Emília

    Deia e Ernesto, pelo que já me falaram, a cidade mudou muito nestes últimos anos. Meus tios foram algumas vezes para lá, a primeira já há alguns anos, e falaram que era bem selvagem. Bem…gostaria de ter conhecido nesta época, mas está tudo bem preservado e dá para curtir muito, mesmo com toda a estrutura.
    Mô, mesmo você que não gosta muito de mato, acho que você iria se surpreender. Só a parte urbana do passeio é que não iria te deixar contente, não…a cidade de Bonito é minúscula 😀
    Majô, só lembrando que as fotos não são minhas…quem dera 😉 Mas são maravilhosas mesmo, refletem bem a beleza do lugar.

  14. Arthur

    Emilia, vcs experimentaram a comida típica? O jacaré no Castellabate, o pintado à urucum do Cantinho do Peixe…

  15. Patsy

    Emilia, que lugar heim! Eh muito mais que bonito! Adorei as dicas e o relato da flutuacao, e essas fotos, ai de deixar qualquer um com vontade de Bonito.
    Um beijinho
    Patsy

  16. Débora e Fernando

    Oi Emília!
    Vimos que você passou no nosso blog e ficamos felizes porque você gostou da nossa dica. Isso é muito gratificante.
    Não conhecia seu blog mas turismo é nossa segunda paixão, depois da gastronomia. As fotos são lindas e o texto é uam delícia! Parabéns! Acabou de ganhar mais dois leitores.
    Caso não se importe, gostaríamos de colocar seu link lá no Brincando de chef, pois de fato, nos identificamos muito com seu blo.
    Abraço,
    Débora e Fernando

  17. Emília

    Arthur, eu me acabei de comer peixe e coincidentemente comi o jacaré do Castellabate e o pintado no Urucum no Cantinho do Peixe! Na verdade acabamos voltando mais um vez neste último…e gostei muito do jacaré. A carne é firme, mas bem saborosa. No final vou falar um pouco sobre os restaurantes e outras cositas más 🙂
    Patsy, tem muita coisa boa pra se ver, tem que se programar e ir! 😉
    E sejam muito bem-vindos, Débora e Fernando! Já visito o site de vocês há algum tempo, sempre tem boas dicas (como revisitar o Frangó, especialmente nessa época de comemorações). Podem colocar o link, sim, já estou incluindo o de vocês também 😀

  18. Débora e Fernando

    Que bom, Emília! Mais uma vez agradecemos.
    Abraços.

  19. Carla

    Realmente flutuar é quase uma idéia fixa… Eu tinha pouco tempo na cidade e precisei escolher apenas uma flutuação – escolhi justamente a do Rio Sucuri. Mas um dia eu ainda volto para conferir as outras! 😀

  20. Emília

    Carla, eu não sei se foi porque o Sucuri foi a minha primeira flutuação, mas…foi a que mais gostei. Aquilo era tão lindo, o verde da vegetação dentro e fora da água, o azul-turquesa da água, todos aqueles peixes…parecia que umas ninfas iriam surgir ali, dançando 😀

  21. RENATA

    Oi Emilia
    com certeza posso te dar todas as dicas sobre Noronha quando tu resolver voltar para lá. Algumas coisas estao bem diferentes. No Cachorro toca muito pouco forró agora. Virou um bar mais surf, agora tem produtos com o mascote canino nas estampas. Virou uma grife. Muitos carros e camionetes na ilha… uma pena. No entanto, continua mais linda do que nunca… um lugar mágico. Foi a primeira vez que estive lá em outubro, quando o mar de dentro é calminho. Das outras vezes estive em dezembro e fevereiro. Como eu amo um snorkel, o passeio foi lindo pois pude ver uma vida marinha variada com águas transparentes.
    Obrigada por tuas dicas sobre Bonito. Hoje fechamos o pacote de passeios, finalmente e tuas sugestoes nos ajudaram a decidir.
    Outro lugar legal para ti considerar, se tu nao conheces, é Itacaré no Sul da Bahia. Tem muitas piscinas naturais, cachoeiras e praias sossegadas. Um lugar que sempre dá vontade de voltar.
    um beijo, Renata

  22. Emília

    Renata, estive lá em setembro: esperei especialmente a época para poder ter mais chances de mergulhar no mar de fora, o que realmente aconteceu. É realmente uma experiência inesquecível nadar ao lado da primeira tartaruga 😀
    E Itacaré é outro destino na lista…A combinação de praia, mata e cachoeiras deve ser uma maravilha só. O problema é a lista grande de destinos aqui no Brasil, hehe…(E mesmo assim eu querendo voltar para Noronha…mas dá para entender, né?)
    Estou curiosa com a tua viagem, depois dá um pulinho aqui e conta pra gente 😉
    Um beijo!

  23. RENATA

    Oi Emilia
    estou te escrevendo para agradecer todas as dicas. AMAMOS Bonito. Lembrei muito da tua descriçao do abismo para decidir fazer o passeio e foi fantastico. Uma viagem ao centro da Terra, a outro planeta… indescritivel, surreal. Minha vontade era tanta que adorei até o rappel. Adoramos as ararasdo Rio do Peixe e os macaquinhos que vinham buscar o lanchinho da tarde na nossa mão. Acabamos fazendo as 3 flutuaçoes e gostamos muito da nascente do Aquario Natural. Nao tivemos sorte no Rio da Prata pois pegamos o ultimo horário e a iluminaçao natural comprometeu a visibilidade. te confesso que foi um pouco decepcionante mas ainda assim valeu.
    um beijo, Renata

  24. Emília

    Renata, que bacana ler tua experiência por aqui e saber que vocês gostaram! Fico feliz que as dicas não decepcionaram…mas também, em um lugar desses isso é difícil 😀
    O Rio do Peixe foi um flutuação bacana para mim, mas acho que fiquei com tantas expectativas por conta das resenhas da mídia e de pessoas que já tinham ido, que acabei não achando a mais empolgante delas. O bacana do Aquário é justamente poder nadar na nascente, coisa que não é possível no Sucuri. Parece um sonho, não? Ai, só de falar me dá vontade de me teletransportar, ainda mais com esse calor que está fazendo…
    E o Rio do Peixe é um relax puro, curtimos muito o dia ali. Já o Anhumas…sem comentários 😉
    Obrigada pelo feedback! 😀

  25. leonardo cabral melo

    um dia eu ainda vou passar alguns dias nesse rio,meu sonho é conhecer e nadar do lado de uma sucuri.

Deixe uma resposta para Simone Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *